O silêncio

854c25e056b76f071d6aa8e0fa0dfe90

Em uma rua obscurecida pelas sombras das copas das árvores, alguns feches de luz originados dos postes perfuram as folhas e clareiam o asfalto. São quinze para as onze da noite. Uma mulher caminha sozinha, regressando para casa após mais um dia de trabalho e faculdade. A moradia não está distante, visto o chaveiro dependurado da mão. [Ler mais …]

O Dia do Galo

cuca

Em 2011 o Atlético-MG além de sofrer durante praticamente todo campeonato brasileiro, ao flertar com o rebaixamento, foi incapaz de acaçapar o rival, e pior, virou chacota ao sofrer seis gols. No ano seguinte, apesar do sempre paliativo campeonato mineiro, a torcida desacreditava. Como o galo pode entregar o jogo daquele jeito ao Cruzeiro e não rebaixar o rival? Jogo vendido! Culpa do azarado Cuca! [Ler mais …]

Prefiro ônibus a carro

3de5ddbdb04aa554c96f2d9c739c9c5c

Um dos motivos de preferir ônibus a carro, para me locomover diariamente, é o tempo que posso dedicar a leitura. Sobretudo nos horários de evasão coletiva. Por isso, sempre carrego um livro em minha mochila. É óbvio que a leitura depende muito do veículo que pegamos, do motorista e do itinerário percorrido. Há ônibus, cujo chão é aquela chapa xadrez de alumínio, que se assemelham ao Samba (brinquedo de parque de diversão que é um pandeiro gigante com assentos na beirada e que se movimenta conforme a música). A falta de atrito faz com que os passageiros se locomovam igual a um sabonete molhado sobre o azulejo. [Ler mais …]